Sobre a Revista

O Congresso Internacional dos Tribunais de Contas de 2021, é resultado da união dos dois maiores eventos do Controle Externo: VII Congresso Internacional de Políticas Públicas do Instituto Rui Barbosa – IRB e do XXXI Congresso dos Tribunais de Contas da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil – ATRICON, é um programa de capacitação de grande porte. O evento reúne palestrantes nacionais e internacionais, chamada de trabalhos, oficinas e cursos voltados à produção e difusão de conhecimento entre gestores e servidores públicos, integrantes de tribunais de contas, especialistas em governança e políticas públicas, professores e estudantes.

 

O IRB tem como objetivo aprimorar as atividades exercidas nos tribunais de contas do país para o competente exercício de sua missão constitucional e o atingimento de suas metas institucionais. Trata-se de uma associação civil de estudos e pesquisas, responsável por realizar ações voltadas para capacitação, debates, seminários e congressos; apoiar e promover iniciativas que busquem a aprendizagem de novos modelos de políticas públicas; estimular a publicação de trabalhos, monografias, revistas, relacionados aos seus objetivos, além de reconhecer e premiar as boas práticas de governança.

 

Como forma de registrar e compartilhar o conhecimento gerado no meio acadêmico pelos servidores dos Tribunais de Contas, o Instituto Rui Barbosa (IRB), por meio do seu Presidente, Conselheiro Ivan Bonilha, do Vice-Presidente de Ensino Pesquisa e Extensão Conselheiro Inaldo da Paixão Santos Araújo e do Presidente do Comitê de Gestão da Informação, Conselheiro Edilberto Carlos Pontes Lima, realizam a chamada de trabalhos para o II Congresso Internacional dos Tribunais de Contas com o tema : “Os Tribunais de Contas e o Mundo em Transformação”, que será realizado de forma híbrida em João Pessoa-PB, nos dias 09 a 12 de novembro de 2021, no Tribunal de Contas do Estado da Paraíba.

 

Os trabalhos, teóricos ou empíricos, para composição dos Anais do Congresso, devem se configurar com, pelo menos, um dos seguintes conteúdos relacionados à:

  • Rumo a 2030 – Novos horizontes do desenvolvimento sustentável e a fiscalização dos Tribunais de Contas;
  • Pontos do contexto socioeconômico atual para levar a comunidade dos Tribunais de Contas a refletir:
  • Os desafios à democracia e o papel dos Tribunais de Contas:
  • Modernização e aperfeiçoamento dos Tribunais de Contas:
  • Independência dos TCs;
  • Auditoria e controle.